Top 10: Celebridades Mais Bem Pagas do Mundo - Akroix

Top 10: Celebridades Mais Bem Pagas do Mundo

Anúncios

Bem-vindos, amantes da cultura pop e curiosos de plantão! Hoje, vamos mergulhar no mundo cintilante das celebridades mais bem pagas do mundo. Essa lista foi atualizada no ano de 2023, então fique de olho na nossa página, pois em breve traremos a lista de 2024.

Prepare-se para surpresas e, claro, números que farão sua cabeça girar! As celebridades mais lucrativas do mundo incluem estrelas do rock, os criadores dos Simpsons e uma estrela do rap.

10. Bad Bunny

US$ 88 milhões (R$ 458,88 milhões)

Anúncios

O talentoso rapper porto-riquenho, famoso por mesclar reggaeton e armadilha latina, conquistou o coração de milhões de fãs ao redor do mundo.

Anúncios

Além de embarcar em uma bem-sucedida turnê, ele também fez uma aparição ao lado de Brad Pitt em “Trem Bala”, desafiou os estereótipos de gênero com seu estilo fluido e, de quebra, engatou um relacionamento com a modelo mais bem paga do mundo, Kendall Jenner.

A maior parte de sua renda veio de duas turnês: “El Último Tour Del Mundo”, realizada em arenas, e “The World’s Hottest Tour”, sua primeira vez em grandes estádios.

Patrocínios de marcas renomadas, como Corona, Cheetos e Adidas, acrescentaram ainda mais sucesso à sua carreira.

9. Taylor Swift

US$ 92 milhões (R$ 479,74 milhões)

Taylor Swift aparece na lista pela sexta vez.

As várias fontes de receita de Taylor Swift, incluindo vendas de discos físicos, streaming em plataformas como Spotify, downloads digitais, licenciamento e sincronização, contribuem para seus ganhos.

Isso levanta a questão: existe algo que a talentosa artista de 33 anos e sua base de fãs dedicados, conhecidos como Swifties, não possam alcançar?

A enorme demanda por ingressos de sua turnê Eras, em novembro de 2022, que sobrecarregou a Ticketmaster, sugere que 2023 tenha sido ainda maior para ela. Com uma agenda de 52 shows somente nos Estados Unidos, é possível que Swift tenha faturado US$ 1,04 bilhão. Astronômico, não é mesmo?

8. James Cameron

US$ 95 milhões (R$ 495,39 milhões)

James Cameron continua a acumular sucesso financeiro com o lançamento bem-sucedido de “Avatar: O Caminho da Água”.

Agora, ele é o diretor responsável por três dos filmes de maior bilheteria da história, juntamente com o primeiro “Avatar” (2009) e “Titanic” (1997).

Sua segunda incursão no mundo de Pandora lhe rendeu pelo menos US$ 95 milhões, de acordo com especialistas do setor. Esse valor é resultado de um acordo que inclui generosos bônus por atingir certos marcos de bilheteria.

A carteira de Cameron, sem dúvida, continuará prosperando por muito tempo com esses sucessos.

7. Rolling Stones

US$ 98 milhões (R$ 511 milhões)

Mick Jagger, Keith Richards e o resto da banda Rolling Stones tiveram uma turnê lucrativa pela Europa no verão retrasado, arrecadando mais de US$ 8,5 milhões (R$ 44,32 milhões) por noite em 15 cidades.

Com um total de US$ 136 milhões (R$ 709,19 milhões) provenientes da turnê e royalties de discos, os roqueiros britânicos originais certamente encontraram satisfação financeira em suas performances.

6. Brad Pitt

US$ 100 milhões (R$ 521,46 milhões)

A venda da participação majoritária de Brad Pitt em sua produtora, Plan B, em dezembro, resultou em um lucro de aproximadamente US$ 113 milhões (R$ 589,25 milhões) para o ator após deduções de taxas.

Esse acordo também gerou discussões na indústria cinematográfica. Um advogado comentou que a Plan B se tornou definitivamente uma marca reconhecida, citando os filmes vencedores do Oscar produzidos pela empresa, como “Moonlight”, “12 Anos de Escravidão” e “Os Infiltrados”, de Martin Scorsese.

O advogado acrescentou que a Plan B provavelmente possui acordos de participação nos lucros e uma lista de projetos em desenvolvimento, o que aumentaria seu valor.

Por outro lado, um segundo advogado observou que a empresa não possui ativos tangíveis, mas sim produz projetos. Além dos lucros com a venda da Plan B, Brad Pitt também recebeu cerca de US$ 30 milhões (R$ 156,44 milhões) adicionais por seus papéis em filmes como “Trem Bala”, “Babilônia” e “Cidade Perdida”.

5. James L. Brooks e Matt Groening

US$ 105 milhões (R$ 547,53 milhões)

A amada família amarela da animação americana, Os Simpsons, transferiu todas as suas 30 temporadas da FX para o Disney+ em um acordo de streaming que foi fechado em abril de 2019.

Esse acordo ocorreu após a aquisição da Fox pela Disney, que foi concluída anteriormente por cerca de US$ 52 bilhões (R$ 271 bilhões).

De acordo com fontes bem informadas sobre o negócio, os co-criadores da série, Brooks e Groening, estão ganhando anualmente a quantia de US$ 105 milhões após taxas.

4. Trey Parker e Matt Stone

US$ 160 milhões (R$ 834,34 milhões)

A equipe criativa por trás de South Park continua a alcançar grande sucesso, graças aos lucros provenientes de um acordo com a HBO Max e do seu popular musical cômico, O Livro de Mórmon, baseado na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

A maior parte de seus ganhos é resultado de um contrato firmado com a Paramount em 2021, que garantiu à dupla impressionantes US$ 935 milhões (R$ 4,87 bilhões) ao longo de seis anos.

3. Tyler Perry

US$ 175 milhões (R$ 912,55 milhões)

Tyler Perry pode ser descrito como um homem renascentista moderno com suas múltiplas facetas como ator, diretor, roteirista e produtor de estúdio incrivelmente rico.

Ele teve mais um ano lucrativo, graças às diversas fontes de renda provenientes de filmes, programas de TV e do amplo backlot de produção que ele possui em Atlanta.

Pela segunda vez consecutiva, Perry está entre os dez artistas mais bem pagos da lista da Forbes, sendo o único bilionário da lista, com uma fortuna estimada em US$ 1 bilhão (R$ 5,20 bilhões).

2. Sting

US$ 210 milhões (R$ 1,09 bilhão)

O ex-vocalista do The Police, vencedor de 17 prêmios Grammy e famoso por sucessos como “Every Breath You Take” e “Roxanne”,

obteve uma quantia de US$ 300 milhões (R$ 1,56 bilhão) antes das taxas ao vender todo o seu catálogo musical, incluindo seu trabalho solo e com o The Police, para o Universal Music Group em fevereiro de 2022.

O trabalho do cantor britânico foi elogiado por um antigo advogado da indústria como sendo um “bom catálogo” e algo que ele próprio não se importaria em possuir.

1. Gênesis

US$ 230 milhões (R$ 1,2 bilhão)

No topo de 2022, os pioneiros do rock progressivo conseguiram um negócio lucrativo ao venderem seus direitos musicais por US$ 300 milhões (R$ 1,56 bilhão) para o Concord Music Group em setembro.

O acordo abrangia os direitos de publicação e uma seleção de receitas musicais gravadas do grupo, além das receitas solo de Phil Collins, incluindo o sucesso “In The Air Tonight”, e seus colegas de banda Tony Banks e Mike Rutherford.

Os royalties provenientes das vendas de música gravada e das turnês complementavam sua receita.

Conclusão

Por fim, é válido ressaltar que essa lista não está atualizada, pois foi redigida em 2023. Entretanto, em muito breve, nós traremos a lista atualizada, então fique de olho.

Será que teremos uma nova personalidade nessa lista? Será que Bad Bunny será substituído? 😬
Faça suas apostas, deixe sua opinião nos comentários. Em breve saberemos quais previsões foram as mais certeiras.

Um abraço. E até a próxima lista!